Crítica

A GAROTA INVÍSIVEL | Sophia Valverde estrela divertida comédia teen cheia de clichês (Crítica)

Dirigido por Maurício Eça e estrelado por Sophia Valverde, longa nacional é divertido e promete ser um passatempo com as crianças e jovens

O cinema nacional ultimamente vem investindo pesado em filmes voltado a comédia, parece que os produtores tupiniquins encontraram uma formula onde o público brasileiro prestigie e se divirta com filmes que emulam algumas histórias que já vimos em filmes norte-americanos.

(Imagem promocional: A Garota Invisível / Synapse Distribution)

Seguindo está linha, o longa dirigido por Maurício Eça (dos filmes “Carrossel”) e estrelado por Sophia Valverde (estrela da novela “As Aventuras de Poliana”, do SBT) até tenta ser um pouco diferente ao misturar cenas com webcam e criar um plot twist que seja coerente com o rumo da história. A Garota Invisível é previsível, mas promete ser envolvente e divertido, mesmo com seus vários momentos cheios de clichê.

Esses momentos são logo colocados no plano principal da história com Sophia Valverde fazendo o papel de Ariana, uma garota que sempre passou despercebida até que, sem querer, posta um vídeo em que se declara para o garoto mais popular da escola. Agora a ex-namorada dele fará de tudo para estragar o romance e fazê-la desejar voltar a ser invisível.

(Imagem promocional: A Garota Invisível / Synapse Distribution)

O mais estranho na história é que Ariana não é tão invisível como ela se declara na história, ela é uma menina nerd, mas que no geral só não é lembrada pelos populares por justamente não ser popular. O longa acaba mostrando que mesmo sem querer, os jovens possuem segundas intenções ao lutarem por aquilo que desejam, mesmo que isso possa machucar um amigo. O filme também deixa claro, mesmo de forma bem clichê, que aquilo que você mais deseja está bem próximo a você.

O elenco reúne vários atores da nova geração, como Mharessa Fernanda (“Cúmplices de um Resgate”), Matheus Ueta (novela e filmes “Carrossel”), Guilherme Brumatti (musical “Achados e Perdidos), Bia Jordão (“Cúmplices de um Resgate” e “O Zoo da Zu”), Bianca Paiva (“Escola de Gênios”), Kaik Pereira (“Chiquititas” e “Escolas de Gênios”) e Clarinha Jordão (“Amor de Mãe”) – além da participação especial de Marcelo Várzea, como o professor Chicão, que eu particularmente adorei as suas poucas cenas, o seu personagem atuou de forma perfeita como alívio cômico nas aulas online com os alunos de recuperação e todas as suas falas e trejeitos geram boas gargalhadas.

(Imagem promocional: A Garota Invisível / Synapse Distribution)

No geral, A Garota Invisível é uma divertida comédia romântica que aborda uma história de amizade, intrigas e muita música para o público infanto-juvenil, já para um público mais adulto o longa poderá cativar na parte cômica, mesmo com os vários momentos da história em que o clichê é marca registrada de um enredo bastante convidativo.


Trailer:

A Garota Invisível

8

Nota para o filme:

8.0/10

Prós

  • Filme nacional divertido
  • Ótimo elenco teen
  • Boa participação especial de Marcelo Várzea como alívio cômico
  • Bom passatempo para assistir com crianças e jovens

Contras

  • Enredo cheio de clichês
  • história previsível

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: