CríticaEquipe Protocolo XP

DEAD KIDS | Longa filipino da Netflix diverte, mas não foge dos clichês (Crítica)

Dead Kids é o mais novo filme Original Netflix. Lançado no dia 01 de dezembro de 2019, é o primeiro filme filipino da plataforma de streaming com gênero suspense. Nesta trama, Mark Sta. Maria é um jovem que não bate muito bem da cabeça e que ainda por cima sofre preconceito na escola por ser pobre e ser o nosso tradicional CDF (ou se preferir estudioso) do que ir para as festas e baladas. Só que aparecem três meninos loucos de tudo e o convidam para participar de um plano que inclui o sequestro de um riquinho e metido, tudo isso para conseguir dinheiro com o resgate. 

Neste meio tempo o longa foca bastante em todos os adolescentes da trama, principalmente nos jovens que planejam um sequestro que não é algo tão fácil quanto os filmes e series fazem parecer. Tudo isso devido a atualidade em que uma sociedade na qual os vencedores são aqueles com mais dinheiro no bolso, aí vem a pergunta, será que eles vão conseguir?

Vou falar rapidamente do elenco que é composto por nomes do cinema e televisão locais, como: Khalil Ramos, Markus Paterson, Vance Larena, Kelvin Miranda, Sue Ramirez e Gabby Padilla nos papeis principais (tive que pesquisar muito sobre eles… e foi difícil traduzir). Seus personagens são estudantes do último ano do ensino médio de uma escola de elite, onde cada aluno possui ambições diferentes. Enquanto a maioria não parece estar preocupada com o futuro, alguns dos jovens querem cursar a faculdade e estão se dedicando para isso, mas as más companhias podem atrapalhar (isso é normal até mesmo por aqui no Brasil).

Cena do filme “Dead Kids” / Netflix

A direção e fotografia não acompanham nenhum plano inovador por trás da direção e fotografia desse filme, se há destaques nesse quesito, nada chamou minha atenção explicitamente. Com exceção das cenas no spa, que carregam uma iluminação diferenciada que coopera com o clima mais sombrio da obra, mas ao meu ver não há muito a ser comentado.

Com isso o mesmo fica com a cenografia e figurino, pois são apenas adolescentes comuns, em roupas e espaços comuns. Talvez um crédito a personagem de Gabby Padilla, que foi muito bem vestida, valorizando sua personalidade onde acaba chamando um pouco de atenção no meio de tantos meninos.

Sendo assim, o diferencial deste longa vem unicamente por sua nacionalidade, por ser pouco os filmes filipinos que se destacam no ocidente e o primeiro no catálogo de Originais da Netflix como disse lá em cima. Vale a pena assistir para conhecer um pouco mais desta cultura do outro lado do mundo.


Trailer:

https://youtu.be/t_rKz7CX-AQ

Dead Kids (2019)

7.5

Nota para o filme:

7.5/10

Prós

  • História
  • Atores

Contras

  • Excesso de clichês

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo