Crítica

EM MEUS SONHOS | Longa falha em tentar ser uma coisa que não é (Crítica) – 44° Mostra SP

O primeiro longa-metragem do diretor turco Murat Çeri é uma tentativa de emocionar o público, chamado Em Meus Sonhos (Bir Düş Gördüm/In My Dream), a película foca em uma criança de 9 anos chamada Tarık (Harun Reha Pakoglu) e o que ela acaba experimentando após um acidente de trânsito. Neste trágico evento, ele perde o pai enquanto a mãe entra em coma e também perde sua memória e sua única conexão com o passado se torna alguns sonhos simbólicos. Retornando à casa de seu avô na aldeia após o acidente, Tarık usa sua nova vida e seus sonhos para se manter vivo e ao mesmo tempo, ele tenta manter um burro sem mãe vivo.

Cena do filme Em Meus Sonhos (Bir Düş Gördüm/In My Dream) – Foto: Divulgação

Trabalhando com um projeto que tenta emocionar, Murat Çeri consegue inicialmente mostrar sua proposta principal de cativar o espectador com o que aconteceu com Tarik, mas ao colocar um homem louco que é taxado por todos da aldeia de seu avó como alguém verdadeiramente sábio faz com que o homem e o jovem tenham uma conexão bastante forçada. Ceri força com diálogos arrastados a importância da perda e da luta em enfrentar traumas psicológicos, mas a produção é curta e nem mesmo os outros personagens secundários, como o avó de Tarik, não consegue transmitir segurança e interesse sobre o que filme realmente quer passar.

Fora ainda que o diretor tenta disfarçar uma trama lenta em uma fotografia vazia e árida da aldeia onde o menino vive, não ficamos sabendo como foi o acidente, qual era o laço de Tarik com os pais e os avós que estão cuidando dele agora e como esse sentimento de perda irá influenciar no garoto em desenvolvimento como pessoa. Tudo ali é mecânico, parado e parece que a produção foi filmada de forma rápida e que infelizmente tinha pouco orçamento em trabalhar em uma história mais envolvente.

Cena do filme Em Meus Sonhos (Bir Düş Gördüm/In My Dream) – Foto: Divulgação

No geral, Em Meus Sonhos (Bir Düş Gördüm/In My Dream) poderia ter sido um grande filme sobre superação sobre traumas psicológicos, principalmente com uma criança como protagonista, pois a produção turca tinha potencial com um material que tivesse sido melhor trabalhado  iria cativar muitos espectadores.

*Filme assistido na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, para mais detalhes, acesse: https://44.mostra.org/


Trailer: 

Em Meus Sonhos (Bir Düş Gördüm/In My Dream)

2.5

Nota para o filme:

2.5/10

Prós

  • Abordagem da História
  • Diretor novato

Contras

  • Trama nada envolvente
  • Enredo arrastado
  • Longa não explora proposta inicial da trama

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: