Crítica

GODZILLA VS KING KONG | Hype enorme para um filme apenas legal (Crítica)

Filme é bom mas está longe da hype criada

Godzilla Vs King Kong era um dos filmes mais esperados durante esse período complicado em que vivemos, com muitas incertezas na indústria de entretenimento, adiamentos e busca por novas novas formas de capitalizar esse mercado multimilionário hollywoodiano.

O filme estreou e como esperávamos, está conseguindo ótimos números em bilheteria e sucesso entre os fãs. Mas vamos ser sinceros, o filme é tudo isso que você esperava?

Essa crítica de hoje não busca ser hater, mas explicar o motivo de achar Godzilla Vs King Kong apenas um filme legal, uma vez que a hype era de algo incrível acontecer no longa. Como você pode imaginar, a partir de agora teremos spoilers do filme!

Meu grande destaque negativo vai para o núcleo liderado pela estrela de Stranger Things Millie Bobby Brown, que se mostrou bastante desnecessário e controverso. Eles conseguem de maneira extremamente fácil se infiltrar em uma base secreta da organização que está conseguindo criar um Mecha Godzilla em segredo da sociedade, sem qualquer um desses membros sequer mostrar alguma habilidade especial ou conhecimento que justificasse esse fácil acesso.

Mas nosso texto sobre Godzilla Vs King Kong não se trata apenas de críticas, mas também de elogios a escolhas da produção e do diretor Adam Wingard. O menor foco dado nos humanos, concentrando a história nas monstros, foi um suspiro agradável. É claro, mostrar Kong mantendo um relacionamento com algum humano se faz plausível com a mitologia criada do personagem, que enquanto vive na ilha da Caveira e não é atacado pelos humanos, mantém uma relação “amistosa” com eles, até mesmo os protegendo dos monstros que surgem na ilha.

O ponto alto do filme, claramente são as batalhas entre Godzilla e Kong, que se mostraram “lógicas”, se é que esse termo pode ser utilizado em um filme protagonizado por um candango bombado e um gorila gigante. Como era de se esperar, Godzilla se mostra mais poderoso que Kong, mas o rei da Ilha da Caveira mostra o motivo de sua coroa e, se provando como um adversário de respeito.

E o grande momento do filme, onde os protagonistas se reúnem para enfrentar uma nova e perigosa ameaça, o Mecha Godzilla, criado por humanos utilizando a ligação mental do rei Ghidorah (uma ideia bem sensata, convenhamos), é legal mas é muito rápido, deixando uma sensação de que a luta poderia ter sido mais produzida, ainda mais com a solução encontrada para enfraquecer o Mecha (assista a cena e tire suas conclusões, e comenta no final da matéria).

Os efeitos especiais de toda a produção, indo das feras do mundo invertido até mesmo ao Mecha Godzilla, são orgânicos e dão uma ótima imersão a história, juntamente com a fotografia e efeitos sonoros da produção.

Mostrar o ser humano tentando superar as leis da natureza e se ferrando por isso, também foi uma boa escolha de caminho seguido pela produção do filme, apesar do fato de que eu queria ver outros Monstros que apresentassem perigo futuro aos nossos protagonistas, que mesmo que não se considerem como aliados, não são mais inimigos.

Ao final do filme, ficamos com aquela sensação de que faltou alguma coisa, que esperávamos mais desse encontro de Titãs. Godzilla Vs King Kong é com certeza recomendando aos fãs dos personagens, mas o público leigo pode ficar um pouco perdido em sua história, esperando mais embates entre os Titãs, que demoram a acontecer e se concluem muito rapidamente.

Godzilla Vs Kin Kong

6

Nota:

6.0/10

Prós

  • Efeitos Visuais e Sonoros
  • Batalhas entre os Titãs

Contras

  • Personagens desnecessários
  • Soluções fáceis
  • Poderia focar em mais Kaijus

William Peloso

Pai do Pedro, Flamenguista, administrador e redator do Protocolo XP, auxiliar fiscal, muito prazer, William! Foco dividido em diversas áreas de cultura nerd/pop/geek, navegando entre games, livros, filmes, séries, animes e quadrinhos e claro, grande fã de Harry Potter, da Marvel, DC, Xbox, Playstation, Nintendo e PC!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: