CríticaEquipe Protocolo XP

INVASÃO AO SERVIÇO SECRETO | Como fechar uma trilogia de forma divertida! (Crítica)

Invasão ao Serviço Secreto (Angel Has Fallen) 2019 é o terceiro da série Invasão à/ao, iniciada em Invasão à Casa Branca (Olympus Has Fallen) 2013. O filme traz de volta como protagonista Gerard Butler interpretando o agente Mike Banning, outro nome que retorna é Morgan Freeman como presidente Trumbull. Esse é o tipo de filme para fãs de ação, contando com muitas cenas de tiroteio, explosões, perseguições e combate corpo a corpo. Tudo isso apresentado de forma frenética e divertida.

(Imagem Promocional: Invasão ao Serviço Secreto – Imagem Filmes)

Enredo

Em Invasão ao Serviço Secreto somos apresentados a um Mike Banning que já dá sérios sinais de fadiga, algo com certeza, relacionado aos eventos dos outros dois filmes da série. Embora Mike esteja no limite, ele segue trabalhando como guarda-costas do presidente dos Estados Unidos. Até que uma tentativa de assassinato coloca o presidente em coma, e todas as evidências apontam que Mike é o culpado. Agora ele deve fugir para tentar limpar seu nome, e encontrar os verdadeiros culpados. Enquanto tenta descobrir em quem pode confiar, e garantir que o presidente permaneça vivo.

Arte

O filme conta com uma fotografia limpa, e boa iluminação. Efeitos visuais que vão desde muito bem-feitos, até cenas que só de bater olho você já percebe que foram gravadas com tela verde. No geral o filme se sai bem nos efeitos visuais, porém alguns destoam de mais do resto do filme pela artificialidade. Parecem trabalhos amadores, ou material para séries de TV de tão ruins.

(Imagem Promocional: Invasão ao Serviço Secreto – Imagem Filmes)

Som

Nesse quesito Invasão ao Serviço Secreto consegue brilhar, trazendo efeitos sonoros muito bem trabalhados e uma mixagem de som imersiva e competente. Esse é um daqueles filmes feitos para se desfrutar com o sistema de som especial de um cinema, ou com um bom Home Theater. Para somente assim aproveitar ao máximo cada tiro e explosão.

Atuações

Não dá para falar sobre esse quesito sem elogiar Morgan Freeman, o ator consegue dar dignidade e seriedade até para o personagem de um presidente em coma. Freeman leva a sério seu papel, e de forma carismática consegue facilmente ser um dos personagens mais criveis do longa. Nick Nolte também entrega uma boa atuação como o pai ausente de Mike e veterano de guerra, Clay Banning. Gerard Butler entrega uma atuação morna e sem nada especial como Mike Banning, o personagem dele funciona, mas não se vê nenhum esforço de atuação ali.

(Imagem Promocional: Invasão ao Serviço Secreto – Imagem Filmes)

Invasão ao Serviço Secreto tem tudo para ser o final da série de filmes, e ele encerra a trilogia de forma digna, se esse realmente for o fim. A película é uma boa experiência como sessão pipoca, perfeita para ajudar a matar algum tempo. E além de ser um filme de ação muito divertido, o longa ainda conta com um cameo curioso, trazendo por algum motivo bizarro, o ex-presidente Michel Temer como representante brasileiro no G20, nas cenas finais do filme.

Nota: 3,5 / 5

Trailer:


Gostou da matéria? Então dá aquela força, comenta e compartilha com seus amigos, curta, siga e fique ligado no Protocolo XP nas redes sociais.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo