Crítica

MINHA MÃE É UMA PEÇA 3 | Uma bela homenagem as mães (Crítica)

Em 2013, eu fui no cinema com uma conversa de ver um filme aleatório que tinha acabado de sair, o tal do Minha Mãe é Uma Peça. Eu não dava nada pelo filme e quando ele começou nossa, eu acho que nunca tinha rido tanto como eu ri com esse filme. A minha maior surpresa foi saber que a Dona Hermínia era na verdade o ator e comediante Paulo Gustavo interpretando a mãe dele, que apareceu nos créditos e achei uma das coisas mais geniais.

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) e seus filhos Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Marcelina (Mariana Xavier) / Minha Mãe é Uma Peça 3 / Downtown Filmes

Em Minha Mãe é Uma Peça 3, mais uma vez nós aventuramos no mundo de Dona Hermínia (Paulo Gustavo), e nessa vez temos a vida de uma mãe preocupada quando seus filhos saem pro mundo. Juliano (Rodrigo Pandolfo), seu filho vai se casar e Marcelina (Mariana Xavier), filha caçula fica grávida. Sendo uma mãe coruja como Dona Hermínia sempre foi, agora ela vai querer se meter na vida de seus filhos tanto pra organizar o casamento do filho, quanto cuidar do neto (a) que está por vir. E como desgraça pouca é bobagem, Carlos Alberto, o ex-marido (Herson Capri) se muda para o apartamento em frente ao de Dona Hermínia, e daí pra frente temos aquela confusão que nós amamos assistir.

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) e sua filha Marcelina (Mariana Xavier) / Minha Mãe é Uma Peça 3 / Downtown Filmes

As tiradas do filme são muito inteligentes e com um timing bem colocado, o filme tem um pequeno momento de drama, já que temos uma grande mudança na vida de Dona Hermínia, agora que seus filhos saíram de casa e estão resolvendo tudo sem depender dela pra nada, e como conhecemos bem a Dona Hermínia ela surta. O pequeno drama que se apresenta no filme acaba comovendo todos que vêem, já que é uma situação bem corriqueira na vida de qualquer pessoa, e temos novas pessoas na vida de Dona Hermínia, a parte da viagem dela aos Estados Unidos é uma das coisas mais hilárias do filme, eu diria que esse é um bom filme para se ver com toda a família, é um filme leve e divertido. E gente, nada de preconceito sobre ser filme nacional ou essas coisas, pois esse filme é uma das melhores comédias da atualidade.

Sabemos que a trilogia nada mais é que uma biografia de Paulo Gustavo, mas no filme ele dá uma ênfase que tudo não passa de uma grande homenagem para mãe dele, ou nesse caso pode ser uma homenagem para todos as mães do Brasil, e que linda homenagem. Acho difícil alguém não chorar e não rir com Minha Mãe é Uma Peça 3. As atuações são ótimas, você sente bem a química entre os atores e consegue acreditar que eles são aquilo mesmo e não é somente atuações sem emoção.

Os lugares colocados para as gravações são lindos, as cenas nos Estados Unidos, a casa em Angra dos Reis mostram cenários lindíssimos, o longa foi muito bem dirigido, e era nítido que todo mundo estava bem a vontade com os personagens. Mais que recomendado para os fãs do humor nacional, uma bela comédia.


Trailer:

Minha Mãe é uma Peça 3

9

Nota para o filme:

9.0/10

Prós

  • É muito engraçado
  • Os atores estão ótimos
  • Bom roteiro
  • História fechadinha
  • A trilha sonora é ótima

Contras

  • Acaba muito rápido

Marcos Serafim

Um jovem amante de Tokusatsu há 30 anos, apaixonado por games, Dragon Ball e Zohan

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: