Crítica

O PASSAGEIRO | O badass Liam Neeson em mais um gostoso clichê cheio de ação (Crítica)

O que falar da atual decisão que Liam Neeson tomou na sua carreira? É difícil um ator em um nível extremamente maduro na sua idade e também nas suas atuações virar uma estrela de filmes de ação.

Patrick Wilson & Liam Neeson em cena do filme O Passageiro / Imagem Filmes

Sem ter vergonha de colocar a cara a tapa e encarar os perigos, Neeson vem encarnando ótimos personagens em filmes pipoca que agradam um nicho que vem perdendo espaço e boa qualidade em suas produções. Percebendo juntar o útil ao agradável, o diretor Jaume Collet-Serra se reuniu mais uma vez com o “tiozão badass” para um suspense bastante intrigante.

O Passageiro mostra o experiente ator no já costumeiro dilema de proteger a sua família de alguém que está ameaçando o livre arbítrio deles, para mudar um pouco as coisas neste longa, o personagem de Neeson vive um vendedor de seguros que é forçado por uma estranha e misteriosa mulher (Vera Farmiga, que continua ótima como sempre!) que impõe ao personagem em descobrir a identidade de um dos passageiros do trem em que se encontra antes da última parada. Com a rotina quebrada, o homem se encontra no meio de uma conspiração criminosa, que coloca em perigo a sua vida e dos demais passageiros.

Vera Farmiga & Liam Neeson em cena do filme O Passageiro / Imagem Filmes

Diante deste problemão, o filme começa a apresentar de forma bastante lenta e com um suspense gostoso os mistérios envolvendo o personagem principal no meio de um bando de passageiros de um trem. Com o passar das cenas as máscaras vão caindo e as cenas de ação, que em alguns pontos são forçadas, vão surgindo e dão graça para mais uma interessante atuação do ator Liam Neeson.

No final, o plot twist acaba seguindo uma linha previsível e se baseia em decisões que já vimos nos filmes da parceria entre Neeson e Collet-Serra, entretanto, o longa prova que não tem medo de ousar e arriscar algumas cenas bastante interessantes e cheias de ação com um ator de terceira idade (que em minha modesta opinião, é o melhor ator de filmes de ação da atualidade!).

Algo incrível e digno de admiração para a produção e também para o envolvimento do próprio Neeson em dar sobrevida em um gênero decadente e que sempre atraiu um enorme público, obrigado e que continue fazendo filmes nessa pegada tio Neeson!


Sinopse

Durante o seu trajeto usual de volta para casa, o vendedor de seguros Michael (Liam Neeson) é forçado por uma estranha misteriosa (Vera Farmiga) a descobrir a identidade de um dos passageiros do trem em que se encontra antes da última parada. Com a rotina quebrada, o homem se encontra no meio de uma conspiração criminosa, que coloca em perigo a sua vida e dos demais passageiros.


Trailer:

O Passageiro

7

Nota para o filme:

7.0/10

Prós

  • Elenco
  • Direção
  • Cenas de Ação

Contras

  • Muitos clichês
  • Plot-twist obvio

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: