Crítica

SHAMAN KING | O espírito do Shaman (Crítica do anime)

Shaman King foi criado por Hiroyoki Takei em 1998 e tendo a exibição do anime entre 2001 e 2002 com 64 episódios. A produção conta a história de Yoh Asakura, um jovem Shaman que vive com fone de ouvido curtindo a natureza com os espíritos.

Um dia. Manta Oyamada sai de seu cursinho e ele resolve cortar caminho pelo cemitério para chegar mais rápido em casa, no meio do caminho ele acaba encontrando Yoh com seus “amigos” do cemitério e a partir daquele momento ele acaba começando a enxergar espíritos. A partir daí conhecemos também Amidamaru, o espírito de um samurai de 600 anos que acaba virando o espírito guardião de Yoh e mais pra frente conhecemos Anna Kyoyama, a noiva de Yoh que escolhida pela família Asakura.

Vamos falar dos personagens:

Yoh Asakura é um jovem xamã que só quer paz e tranquilidade, amigo de Manta Oyamada e noivo de Anna Kyoyama, Yoh vem de uma longa linhagem de xamãs e discípulo de Hão Asakura.

Manta Oyamada é um jovem estudante e filho da grande família Oyamada, ele estuda para ser o próximo presidente da empresa. Possui 13 anos e é muito pequeno pela idade, algumas vezes ele começou a ver espíritos no dia que conheceu Yoh, a amizade entre eles começou logo após Yoh lutar contra o Ryu da espada de madeira.

Anna Kyoyama é a noiva de Yoh, a família Asakura escolheu ela por ela ser muito durona e ela enche Yoh com vários treinamentos puxados. Ela vive dizendo que vai ser a esposa do Shaman King e acaba dando treinos mortais para Yoh.

Ryonosuke Umemya, também conhecido como Ryu da espada de madeira e possuidor de um belo topete. O personagem é líder de uma gangue que costumava fazer muita zona no cemitério e um dia ele acaba batendo no Manta e destruindo o túmulo de Amidamaru. Yoh incorpora Amidamaru e acaba com Ryu rapidamente, quando Eu é possuído pelo espírito de lagartixa seus amigos mostram o qual incrível ele é e acaba tratando Yoh e Anna com um grande respeito.

Amidamaru é o espírito de um samurai conhecido como samurai demoníaco, que há 600 anos atrás teve um triste fim e ficou ali no cemitério por 600 anos esperando seu amigo de infância, o ferreiro Mosuke com a sua espada Harusame. Quando Yoh consegue restaurar a espada, ele acaba virando seu espírito guardião e um ótimo amigo de Yoh e Manta.

Horo Horo é um xamã de Hokaido que é também o primeiro adversário de Yoh no Shaman Fight e os dois acabam ficando grandes amigos, já que o sonho de Horo Horo é ter uma enorme plantação que é do espírito guardião dele, Kororo (manta e confundido com Kororo algumas vezes). 

Tao Ren é o filho mais novo da família Tao, Ren é criado na base do ódio e ele acaba lutando com Yoh duas vezes para mostrar o seu lado bondoso. Ele tem Bason como seu espírito guardião, um guerreiro chinês de 1.500 anos pertencente a família Tao.

Lieselg Diethiel é um jovem aprendiz de um detetive que teve seus pais mortos por Hao, ele luta jurando vingança contra ele e depois de conhecer o grupo de Yoh, o persoangem se junta aos X-laws, um grupo que tem como objetivo acabar com Hao.

Fausto VIII é um jovem médico e seu único objetivo é trazer de volta a sua amada Eliza, sua esposa morta com um tiro na cabeça. Quando ela morreu, ele aprendeu sozinho a arte da necromancia e usa sua esposa como espírito guardião, mais tarde Anna treina ele que acaba trazendo a consciência de Eliza e vira médico da Pousada Funbari de Yoh e Anna.

Chocolove é um jovem que o grupo de Tou conhece nos Estados Unidos no Shaman Fight. Ele é um grande comediante, cheio de piadas ruins mas é o melhor alívio cômico dessa série, seu objetivo é virar o Rei xamã  e também em se tornar o rei da comédia.

Hao é um jovem muito parecido com Yoh e Silve (um dos juízes do Shaman Fight) que tem como objetivo transformar o mundo em um mundo só de xamãs.

Veredito

O anime e o mangá tem muita diferença, pois o anime terminou antes do mangá ser concluído. Na época ele não estava nem na metade já que o anime começou em 2001 e terminou em 2002. Já o mangá começou em 1998 e terminou em janeiro de 2005 o final das 2 obras são totalmente diferentes, com o anime tendo vários momentos e personagens fillers. As 5 Millys sempre estão envolvidas com algum filler na história e isso se repete sempre que elas aparecem. No geral o anime é muito mais leve que o mangá e isso é um ponto para público que acompanha os animes, pois a maioria são crianças e então várias coisas são diferentes do mangá devido as cenas pesadas.

Em 2002 o anime veio para o Brasil dublado pela Paris e Vídeo de São Paulo. Por incrível que pareça, foram poucas as alterações nos termos da dublagem perto do mangá, como por exemplo o poder dos xamãs incorporados nas armas que são chamados de Oversoul e que poderia ser sobre a alma, na dublagem ficou Grande Espírito. O Grande espírito na dublagem ficou como Bom espírito e o Silver ficou chamado como Asa Prateada, que é o nome de um dos seus espíritos guardiões que é o Silver Hawk, pois quando Amidamaru não está incorporado, ele é chamado de Maru que eu acho que fica melhor na dublagem.

Além dessas mudanças significativas tem coisas ruins na animação também, como o mangá não tinha sido finalizado foi bem diferente em vários eventos, faltou muita coisa para o anime, mas também é notório para quem leu o mangá que as ideias do anime acabaram entrando no mangá, pois tem muita cena repetida em momentos diferentes e a censura na animação para mim foi um ponto fraco, pois tem coisas que faria muito sentido se fossem mostradas, como quando o Fausto luta contra o Yoh, no mangá o Yoh quebra as pernas dele e ele manda seu cachorro que também é um esqueleto com a alma buscar um osso com o mesmo tipo sanguíneo e ele se opera na frente de todo mundo. Temos também o momento quando ele disseca o Manta, no anime foi censurado isso, outra coisa também é quando os xamãs são pró Estados Unidos e no mangá eles vão num avião que é a Oversoul dos índios da tribo Patch, no anime os garotos vão no avião do Ren.

Quem quiser ver essa bela obra, saiba que ela está no Amazon Prime  Video e o melhor de tudo é que ela só tem no áudio em português e sem legenda Quem quiser rir também tem áudio em espanhol que deixa mais engraçado ainda, em 2021 vamos ter um remake do anime e eu não vou negar para vocês, eu estou muito ansioso, pois quero ver algumas histórias do mangá na telinha e quero ver o Matamune no anime, eu acho que isso vai ser demais.


Trailer:

Shaman King (Anime)

8

Nota para o anime:

8.0/10

Prós

  • Ótima animação
  • Ótimo enredo
  • Personagens carismáticos
  • Protagonista diferente
  • Tema inovador

Contras

  • Censura em algumas cenas
  • Falta de explicação de personagens

Marcos Serafim

Um jovem amante de Tokusatsu há 30 anos, apaixonado por games, Dragon Ball e Zohan

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: