Crítica

STAR TREK: PICARD | As coisas esquentam – Episódio 04: Absolute Candor

E chegamos ao quarto episódio de Star Trek: Picard, desta vez trazendo o primeiro episódio todo fora da terra. Com direito até a uma bela batalha espacial, além de novos integrantes na tripulação, como o romulano Elnor (Evan Evagora), e a aparição de mais um personagem querido na franquia, desta vez 7 de 9 (Jeri Ryan). Este foi um episódio cheio de ação, e com muito mais violência que o padrão de Jornada nas Estrelas. E aqui começa a ficar evidente que a trama principal vai ser arrastada o máximo possível, com a nave de Rios indo na contra-mão do enredo principal sempre que possível, para garantir mais alguns episódios a base da clássica encheção de linguiça. Confira agora como foi o episódio com SPOILERS.

(Star Trek: Picard – CBS/Amazon)

Começamos o episódio com mais um flashback, desta vez 14 anos no passado em um planeta para onde os romulanos estão sendo evacuados. Lá Picard é recebido por uma irmandade de freiras romulanas guerreiras, que estão colaborando com a realocação dos refugiados. E entre os refugiados encontra-se o garoto Elnor, que está sendo abrigado pelas freiras e que acaba criando uma ligação quase paternal com Picard. Ao final do flashback, Picard recebe a informação do ataque à Marte que acabaria com a operação de salvamento dos romulanos, enquanto brincava com Elnor.

Já no presente, descobrimos que a nave de Rios ao invés de ir ao encontro da última localização de Maddox, está em curso para o planeta do flashback. Onde Picard espera conseguir ajuda da irmandade, para sua missão de encontrar Soji. Já se aproximando do planeta, Rios conta que o lugar virou uma terra sem lei, com um grupo criminoso que inclusive colocou armas orbitais além de proteger o planeta até com uma antiga Ave de Rapina romulana. Mesmo sabendo disso Picard faz questão de descer na superfície, e não é tão bem recebido como imaginava, já que muitos romulanos o culpam pessoalmente pelo fracasso da missão de evacuação de Romulus.

(Star Trek: Picard – CBS/Amazon)

Já na companhia das freiras, Picard fica sabendo que elas é que estão mantendo o pouco da lei e ordem do lugar, então não poderão ajudá-lo. Mas Elnor agora já é um adulto, e teve o seu treinamento de combate concluído embora por ser homem não possa fazer parte da irmandade. Agora caberá a Picard restaurar os laços com o rapaz, que assim como os outros se sentiu abandonado. E é durante uma discussão de Picard com um dos locais, que acaba virando um combate até a morte, que Elnor decide ajudar seu antigo amigo e interrompe o combate decapitando com sua espada o agressor de Picard.

Agora já de volta à nave com o resto da tripulação Picard e Elnor nem tem tempo de colocar a conversa em dia, e já são atacados pela Ave de Rapina dos criminosos que tomaram o planeta. E em uma batalha muito bem-feita a nave de Rios acaba em desvantagem, até que uma nave misteriosa surge do nada e os ajuda a destruir a Ave de Rapina, só que ficando muito danificada no processo, fazendo com que o piloto misterioso tenha que ser transportado para a nave de Rios, e é ai que descobrimos que o piloto misterioso era ninguém menos que 7 de 9.

(Star Trek: Picard – CBS/Amazon)

E assim concluímos o quarto episódio de Star Trek: Picard, infelizmente esse episódio não traz a mesma qualidade de história dos outros, tentando compensar com cenas de combate e batalhas espaciais bem-feitas, mas que no fundo destoam do resto que foi mostrado até aqui. Outro problema é que ficou escancarado que o arco principal está sendo desnecessariamente arrastado, o que faz com que o senso de urgência da missão de Picard perca todo o sentido. O jeito agora é esperar e torcer, para que esse não seja o novo padrão e que a história suba de nível no próximo episódio.

Star Trek: Picard - Episódio 04: Absolute Candor

6

Nota para o episódio:

6.0/10

Prós

  • Batalha espacial de tirar o fôlego
  • 7 de 9
  • Finalmente um episódio fora da terra

Contras

  • Lacunas na história ainda não respondidas
  • Representação pobre dos romulanos e Federação

Nelson Reverso

Nerd raiz, da época que o termo era xingamento. Amante do cinema especialmente o trash, games e cultura POP. Trekkie, maluco por ficção cientifica. E totalmente politicamente incorreto.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: