Crítica

STUMPTOWN | Esqueça Dex, É Stumptown! (Crítica da série)

Série da Amazon Prime Video com Cobie Smulders tem episódios envolventes!

Boa Protocoleiros, mais uma inspiração de uma HQ disponível na Amazon Prime Video. Abordando uma detetive chamada Dex Parios (Cobie Smulders), com todo seu charme em um timing cômico sutil, algo que o roteiro de Jason Richman, também showrunner, usa e abusa com diálogos espertos.

Stumptown é um drama policial americano, original da ABC Studios e lançado semanalmente pela ABC Television a partir de 19 de setembro de 2019 a 25 de março de 2020 nos EUA e lançada no Brasil na plataforma de streaming Amazon Prime Video em 27 de novembro 2020, com 18 episódios de 42–44 minutos (que na minha opinião foi muito, mas amei principalmente a trilha sonora que vou falar um pouco mais abaixo).

Bem, uma serie clichê e de história americana com muitos rolos. Para vocês terem uma ideia, Dex Parios tem uma personalidade bem definida e um passado razoavelmente complicado, ainda que clichê, teve algo com Grey McConnell (Jake Johnson, que dublou o Peter Parker de Homem-Aranha no Aranhaverso) que é apaixonado por ela também, o que seria mais um clichê, claro (Lembrei do meu amigo Marquinhos e seu codinome de fofoqueiro – kkkkkkkkkkk que clichê) Um detalhe em todo esse rolo, eles são apenas amigos.

Deixando isso de lado, a série se inicia onde a Dex torna-se uma detetive particular, já que ela é apresentada apenas como alguém que vive dia após dia, lutando contra o transtorno de estresse pós-traumático causado por uma tragédia particular durante a guerra, Dex conta com o apoio da sua carinhosa irmã Ansel (Cole Sibus), jovem com Síndrome de Down que foi traumatizada pelo abandono dos pais.

A protagonista se vê evolvida na investigação do paradeiro de Nina, que foi contratada por Sue Lynn Blackbird (vivida por Tantoo Cardinal), dona de um cassino tribal que a culpa pela morte do filho. Para resolver o caso, Parios inicia a contragosto o seu envolvimento com o detetive Miles Hoffman (Michael Ealy) onde mostra o caminho real de ser detetive particular, pois as habilidades de observação que ela ganhou durante o serviço militar vão de certa forma ajudar ela para resolver de forma mais envolvente este grande caso.

A grande verdade é que Dex Parios é uma personagem apaixonante o suficiente para permitir que o espectador passe a se envolver no caso e isso pode render bons frutos, a serie me deixou uma marca na trilha sonora com a minha banda de cabeceira Pearl Jam, em cenas que relembram sobre meu passado, as atitudes da protagonista mostram que Smulders é uma baita atriz e atua de forma inspirada nessa série, extraindo mais que o básico da personagem.

O legal que esta é a primeira vez que Cobie Smulders é a protagonista solo de uma série, a atriz disse que se sentiu muito atraída por esta personagem. O elenco de Stumptown conta ainda com Tantoo Cardinal como Sue Lynn Blackbird, Cole Sibus como Ansel Parios, Adrian Martinez como Tookie, Camryn Manheim como o tenente Cosgrove e Michael Ealy como o detetive Miles Hoffman.

Vou ficando por aqui, não esqueça que essa serie está disponível na Amazon Prime, vale muito a pena assistir e maratonar, apesar de tantos episódios, Forget It Dex, It’s Stumptown é um começo sólido e surpreendentemente divertido.


Trailer:

Stumptown

7

Nota

7.0/10

Prós

  • Ótima trilha sonora
  • Ótima atuação de Cobie Smulders
  • Bons protagonistas

Contras

  • Muitos episódios
  • Clichê

Erik Ops

Designer de interiores e especialista na área de medicina. Curto jogos retrô como Pinball e Alex Kidd. Gosto de desenhar e fazer street art. Amo muito tudo isso!!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: