Crítica

THE MANDALORIAN | Se conectando com o passado e o futuro – 2ª temporada – Episódio 04/Capítulo 12: The Siege (Crítica)

No primeiro episódio dirigido pelo ator Carl Weathers, Mando e sua equipe se infiltram em uma instalação Imperial, encontram um vislumbre do projeto de clonagem do qual Baby Yoda fazia parte e acabam lutando com troopers em boas cenas de ação. No início do episódio, ficamos sabendo que a cidade no planeta Nevarro, onde grande parte da temporada passada ocorreu está gradualmente se transformando de uma colmeia de escória e vilania para um lugar pacífico graças ao líder da guilda de caçadores de recompensas, Greef Karga e a ex-soldada da rebelião Cara Dune, que agora está servindo como xerife da cidade.

Cena da série The Mandalorian / Disney+

The Siege volta ao tom do primeiro episódio da série. Aqui está Mythrol, o contador azul que Mando congelou na carbonita e vemos o trio de anti-heróis se juntando outra vez para lutarem contra o Império, mas vale lembrar que eles não são pessoas particularmente boas. Greef, em particular, nos lembra que ele é um cara durão ao usar Mythrol como capacho.

O coração do episódio vem desses personagens. Seu reencontro inicial é emocionante e sincero, com a música e sorrisos genuínos enfatizando que Mando, Cara e Greef sentiram saudades um do outro.  As longas cenas de ação nos mostra que esses personagens possuem dois lados, o lado ruim sempre existiu e continua forte neles, já o lado em fazer o bem começa a florescer e a série mostra sem pudores quem eles são agora e quem eles já foram, assassinos do submundo e não santos. Mas o episódio ainda carecia de um centro. Mando não tinha um motivo convincente para estar lá, e as apostas não eram altas o suficiente. 

Cena da série The Mandalorian / Disney+

O mais legal desse episódio é  que Mando desaparece no final para preparar um resgate ousado. Isso significa que uma das principais cenas de ação do episódio não envolve o protagonista, o que faz o espectador se conectar e se importar com o perigo em Mythrol, Karga e Dune enfrentam em uma alucinante cena de ação contra os caças TIE.

Uma das minhas partes favoritas do episódio foi a descoberta dos corpos em tonéis e o retorno do médico da primeira temporada. Esta não é apenas uma base militar que foi descoberta e sim um laboratório secreto. E parece ter algo a ver com os soldados que Moff Gideon está supervisionando no final do episódio. A princípio, achei que esse tópico pretendia explicar como o Imperador Palpatine fez o clone do Líder Supremo Snoke na Trilogia Sequels. Mas The Mandalorian não parece particularmente interessado em mergulhar nas partes mais estranhas da nova trilogia, pois o roteiro acaba até evitando a palavra midi-chlorians ao referir-se a uma “contagem M” no Baby Yoda.

Cena da série The Mandalorian / Disney+

No entanto, a cena no final do episódio mostra o que parece muito com Dark Troopers, soldados do império sensíveis à força e introduzidos na continuidade descrita como Legends. Talvez esses Dark Troopers sejam o resultado final dos experimentos em Nevarro ou aquele laboratório era algo totalmente diferente. A música adiciona uma tristeza melancólica na descoberta de que Baby Yoda foi usado e maltratado, fora ainda que os experimentos ainda estão em andamento com o que conseguiram arrancar dele. 

No final, a nave Razor Crest aparece de forma linda, lembrando até as boas aparições da Millenium Falcon na Trilogia Sequels, a cena em que a nave do Mando cai de forma estratégica do céu é linda e nos faz lembrar que existem vários bons pilotos no universo de Star Wars.


Leia as críticas dos episódios da segunda temporada:

THE MANDALORIAN | Primeiras impressões da 2ª temporada – Episódio 01/Capítulo 09: The Marshal (Crítica)

THE MANDALORIAN | A busca continua… e agora de forma fofa – 2ª temporada – Episódio 02/Capítulo 10: The Passenger (Crítica)

THE MANDALORIAN | Uma galáxia de referências – 2ª temporada – Episódio 03/Capítulo 11: The Heiress (Crítica)

Leia as críticas dos episódios da primeira temporada:

THE MANDALORIAN | Primeiras impressões sobre a primeira série em live-action da franquia Star Wars – Capítulo 01: Pilot (Crítica)

THE MANDALORIAN | A “Força” é poderosa, baby! – Capítulo 02: The Child (Crítica)

THE MANDALORIAN | Amor Fraternal! Capítulo 03: The Sin (Crítica)

THE MANDALORIAN | Velhas ameaças do passado – Capítulo 04: Sanctuary (Crítica)

THE MANDALORIAN | Uma parada rápida em Tatooine – Capítulo 05: The Gunslinger (Crítica)

THE MANDALORIAN | O cão caçando os ratos! – Capítulo 06: The Prisoner (Crítica)

THE MANDALORIAN | Enrascado com os amigos – Capítulo 07: The Reckoning (Crítica)

THE MANDALORIAN | Um final com um mix de risadas, ação e emoção – Capítulo 08: Redemption (Crítica)

The Mandalorian (2ª Temporada)

9.5

Nota para o episódio:

9.5/10

Prós

  • Abordagem da História
  • Elenco
  • Efeitos Práticos e CGI
  • Easter-eggs da franquia
  • Cenas de Ação

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: