CríticaIgor

WHAT IF…? | Primeiras impressões da série animada

Confira o que achamos do episódio de abertura da nova produção da Marvel Studios

Marcando uma partida distinta para a Marvel Studios de várias maneiras, What If …? é a primeira grande adição animada ao Universo Cinematográfico Marvel. Embora os produtores afirmem que o show possa ser canônico na cronologia após o que vimos sendo construído a partir do final de Loki, é também a primeira parte do universo compartilhado a existir inteiramente fora da continuidade estabelecida. Em um nível mais básico de episódio a episódio, What If …? também é notável por ser inteiramente episódico, em vez de serializado.

What If …? / Marvel Studios & Disney+ (Foto: Divulgação)

Através dos olhos da entidade onisciente conhecida como  Uatu, Vigia (Jeffrey Wright), que pode ver em todo o tempo e espaço, não apenas o que foi, mas também o que poderia ser, temos a introdução do primeiro episódio  que consegue apresentar aos fãs da Marvel um mundo de possibilidades diferentes, onde o Capitão América nunca existiu e foi substituído por outra pessoa.

Esses eventos são os mesmos do primeiro filme do Capitão América, apenas com uma mudança significativa: Steve Rogers é ferido antes de ser capaz de tomar o soro de Super Soldado, o que leva Peggy Carter a intervir em seu lugar. Peggy Carter se torna a Capitã Carter e enfrenta desafios adicionais por ser uma mulher. No entanto, ela consegue superar isso e prova ser um soldado capaz, garantindo o Tesseract para o governo americano que no decorrer do episódio acaba alimentando uma super armadura que é usada por Steve Rogers.

What If …? / Marvel Studios & Disney+ (Foto: Divulgação)

Como uma introdução ao conceito de cronogramas diferentes, o primeiro episódio de What If …? faz um bom trabalho com uma mudança relativamente sutil com Peggy ficando no lugar Steve, e certamente veremos desvios de linha do tempo mais loucas nos próximos episódios. Para os fãs do MCU, a mudança de live-action para animação pode ser chocante no início, pois o estilo de animação de What If …? é bem bidimensional em sua sensibilidade visual com o universo Marvel, sendo uma abordagem que classifica a consistência à frente do estilo.

No entanto, a animação permite algumas sequências de combate impressionantes, incluindo uma grande luta aérea onde Carter se move de um avião inimigo para outro. O ritmo alucinante do primeiro episódio pode ser chocante para aqueles que não viram os filmes do MCU, já que há muitas informações acumuladas neste episódio de 30 minutos. 

What If …? / Marvel Studios & Disney+ (Foto: Divulgação)

No geral, o primeiro episódio de What If …? mostra que esta série é claramente feita para os fãs da franquia, o que pode deixar quem não acompanha o MCU um pouco de escanteio ou também pode servir como um interesse extra para que novos espectadores vejam os filmes com a reimaginação das histórias dos longas neste inédita aventura.

Trailer:

What If ...? (Primeiras impressões)

8.5

Nota para o episódio:

8.5/10

Prós

  • Multiverso Marvel
  • História
  • Primeira animação da Marvel Studios
  • Enredo interessante

Contras

  • Estilo de animação é um pouco estranho
  • episódio curto

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo