Connect with us
WIFI RALPH – QUEBRANDO A INTERNET | Com referências divertidas, Disney quase se enrola nesta boa continuação (Crítica) - Protocolo XP

Crítica

WIFI RALPH – QUEBRANDO A INTERNET | Com referências divertidas, Disney quase se enrola nesta boa continuação (Crítica)

Published

on

Após dois meses da estreia original nos EUA (na Terra do Tio Sam o longa chegou as telonas em novembro), finalmente chega aos cinemas tupiniquins a divertida e aguardada continuação com o nosso querido Detona Ralph.

Nesta sequência, Ralph e Vanellope se divertem bastante e continuam evoluindo a cada dia a amizade que foi bem trabalhada entre os personagens no primeiro longa animado. Mas outro problema surge e eles precisam se conectar ao fantástico mundo da internet para que as coisas voltem a ser como antes.

Após usarem o Wifi para chegarem a internet (o único motivo para o título nacional usar colocar Wifi Ralph), eis que começa o ápice da animação que vai deixar tudo muito interessante (tanto para os espectadores e para os personagens), pois o mundo da internet é realmente incrível, jovial e cheio de referências ao atual cenário que vivemos e conectamos.

Tudo na “internet do Ralph” é dinâmico e o seu acesso e apresentação funciona praticamente da forma como a maioria dos usuários reais acabam conhecendo sites e ferramentas nessa fabulosa rede de computadores. Após a exploração divertida no mundo da internet, outro grande ponto alto da animação fica por meio da participação das princesas da Disney. O filme consegue extrair um diálogo jovem e empoderado, mostrando que a empresa do Mickey Mouse está se tornando mais liberal ao cutucar de forma bastante sensata os assuntos atuais. Sobra até espaço pra brincar com a sua parceira Pixar!

Mas antes dessa aparição das princesas da Disney, o filme começa a dar uma certa patinada em sua história justamente quando o foco dos protagonistas são divididos. Ralph acaba se colocando como o “adulto chato” para resolver o mais rápido possível o problema. Por ser mais jovem, Vanellope acaba se apaixonando pelo novo, as loucuras e diferenças da protagonista de um jogo de corrida da internet fazem com que a garota comece a se questionar sobre não querer fazer as mesmas coisas do passado e como isso poderia afetar a bela amizade entre ela e Ralph (a sacada do roteiro para tentar tocar os adultos).

Infelizmente, a história acaba sendo “corrida” e o roteiro não tem tempo suficiente para trabalhar esse questionamento, o que deixa este problema na amizade em algo bem chato, o que só piora com a solução forçada no terceiro ato do filme.

No geral, WiFi Ralph – Quebrando a Internet é uma boa a animação que tem uma estética maravilhosa e com referências que vão deixar qualquer um de queixo caído. Alguns momentos são bem divertidos e acabam possuindo boas mensagens sobre amizade e empoderamento, mesmo que isso tenha sido trabalhado de forma bem tímida e até rápida em pouquíssimas cenas (o principal motivo pra mim que deixa a continuação um pouquinho abaixo do primeiro filme). Entretanto, o longa é um bom divisor para vermos uma animação original da Disney com temas mais modernos, pois parece que a empresa está mudando e isso é bom na briga interna e criativa com a Pixar.


Sinopse:

“WiFi Ralph” deixa para trás o fliperama Litwak, aventurando-se no desconhecido, expansivo e empolgante mundo da Internet – que pode ou não sobreviver a detonação causada por Ralph.Ralph, o vilão dos videogames e sua companheira destemida Vanellope von Schweetz precisam arriscar tudo ao viajar para a world wide web em busca de uma peça sobressalente para salvar o videogame de Vanellope, Corrida Doce.Sem saber no que se meteram, Ralph e Vanellope dependem dos cidadãos da Internet – os internautas – para auxiliar em sua navegação, incluindo uma empresária chamada Yesss, que é o coração e alma do site que dita tendências “BuzzzTube”.Com direção de Rich Moore (“Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”, “Detona Ralph”) e Phil Johnston (corroteirista de “Detona Ralph”, “Um Negócio Nada Seguro”, corroteirista de “Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”), e produção de Clark Spencer (“Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”, “Detona Ralph”, “Bolt – Supercão”), “WiFi Ralph” chega aos cinemas do Brasil no dia 3 de janeiro de 2019.

Trailer:

Gostou da matéria? Então dá aquela força, comenta e compartilha com seus amigos, curta, siga e fique ligado no Protocolo XP nas redes sociais.

Protocolo XP no Facebook

Protocolo XP no Twitter

Protocolo XP no Instagram

Comente!

Wifi Ralph

8

Nota para o filme:

8.0/10

Prós

  • Easter eggs
  • Personagens
  • Ambientação

Contras

  • História corrida
  • Reviravolta forçada
Comments

Críticas e Reviews

Agregalinks - O melhor agregador de links para blogs EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! Agregador de conteúdo TrendsTops Uêba - Os Melhores Links

Em Destaque

%d blogueiros gostam disto: