Filmes

MURINA | Longa produzido pela brasileira RT Features em parceria com Martin Scorsese ganha a Câmera D`or em Cannes

Filme de Antoneta Alamat Kusijanovic foi exibido na Quinzena dos Realizadores

MURINA, de Antoneta Alamat Kusijanovic, levou a Câmera D`or no Festival de Cannes. Um dos principais prêmios do Festival e que foi criado em 1978 por Gilles Jacob, premiando cineastas estreantes em longa-metragem, que tenha sido exibido em alguma mostra competitiva de Cannes.

Segundo o produtor brasileiro Rodrigo Teixeira:

MUNIRA é um filme em sua maioria brasileiro, mas também celebra a quebra de barreira entre países, e mostra que o cinema não precisa ter fronteiras. É um reconhecimento lindo para quem acredita no trabalho de diretoras estreantes, e a felicidade de ter mais uma vez nosso trabalho, principalmente esse, uma parceria com o grande Martin Scorsese, é indescritível.

Selecionado para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. MURINA é o filme de estreia da diretora e roteirista nascida em Dubrovnik e residente em Nova York, desenvolvido com o apoio do Festival de Cannes Résidence, Cinéfondation, First Films First do Ghoethe-Institute, e o Jerusalem Film Lab, e é uma produção de Martin Scorsese, através da Sikelia Productions e RT Features.

Foto: Site Oficial Festival de Cannes – Valery Hache / AFP

A relação entre a adolescente Julija e Ante, seu opressivo pai, se tenciona ao limite quando um velho amigo da família chega em sua casa insular na Croácia. Enquanto Ante tenta fechar um negócio que vai mudar suas vidas, Julija, incomodada com a vida pacata e isolada que levam, busca mudanças através do visitante que traz consigo um gosto de liberação em um fim de semana cheio de desejo e violência.    

MURINA e BERGMAN ISLAND, dirigido por Mia Hansen Love, são os dois filmes produzidos pela RT Features que integraram o Festival de Cannes deste ano, sendo BERGMAN ISLAND na Competição Oficial. Da parceria firmada com Martin Scorsese, em 2016, três filmes já foram produzidos, sendo CIGANOS DA CIAMBRA de Jonas Carpignano de 2017 e exibido também na Quinzena dos Realizadores e PORT AUTHORITY de 2019, lançado em Cannes na mostra Un Certain Regard.

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: