Listas

LISTA XP | Confira 8 dados reveladores sobre Os Eleitos, da National Geographic

A bordo da cápsula "Friendship 7", em 20 de fevereiro de 1962, John Glenn - cujo personagem na série é interpretado por Patrick J Adams - se tornou o primeiro astronauta americano a dar voltas ao redor do nosso planeta

A audiência latino-americana já está acompanhando no Disney+ a inspiradora história de OS ELEITOS, uma série original da National Geographic que narra o início do programa espacial nos Estados Unidos. Ao longo de oito episódios, a produção ficcional acompanha John Glenn, Alan Shepard e o restante dos famosos “Mercury 7”, os primeiros astronautas do país convocados pela NASA em 1959, enquanto eles embarcam em uma missão histórica: chegar ao espaço pela primeira vez.

Três anos após aquele emblemático início do programa espacial, mais precisamente em 20 de fevereiro de 1962, John Glenn se tornou o primeiro astronauta da NASA a orbitar a Terra a bordo da espaçonave Friendship 7 (o nome da cápsula tem o 7 em homenagem a seus companheiros do Mercury). 

Em comemoração ao 59° aniversário desse marco na história da ciência e da exploração, compartilhamos oito dados curiosos sobre a produção, o elenco e o impacto histórico dos acontecimentos narrados em OS ELEITOS.

1) A SÉRIE É BASEADA NO EMBLEMÁTICO BEST-SELLER DE TOM WOLFE, DE MESMO NOME

OS ELEITOS é baseada no famoso livro homônimo do jornalista e romancista americano Tom Wolfe. Escrito em 1979, a obra é uma viagem às mentes desses astronautas, para entender o que eles pensavam e sentiam quando embarcaram no programa de ciência e tecnologia mais heroico e audacioso da história dos Estados Unidos até aquele momento. A nova série também tem um antecessor no cinema: o filme Os Eleitos, que estreou em 1983, também inspirado no Best-seller de Wolfe. Porém, quando a série foi desenvolvida, a intenção era ir além do que foi contado até agora, para contar a experiência de forma mais detalhada. Segundo Jennifer Davisson, produtora executiva da série:

Escolhemos o formato de seriado porque percebemos que a história era imensa, o que nos permitia mergulhar nos personagens individualmente, com tempo para desenvolvê-los e conhecê-los, e dando-lhes o respeito que merecem.

2) OS ELEITOS FOI PRODUZIDA PARA O DISNEY+ PELA PRODUTORA DE LEONARDO DI CAPRIO

A nova série foi desenvolvida pela Appian Way, produtora do ator Leonardo Di Caprio e Jennifer Davisson, que conta que a história dos “Mercury 7” conquistou a dupla desde o primeiro momento:

Na companhia, sempre partimos do ponto de vista do personagem. Procuramos personagens complexos, interessantes e emocionantes e, lendo o livro de Wolfe, percebemos que havia sete rapazes que chegavam à história por diferentes motivos, a partir de diferentes ambientes, desejos e esperanças. De alguma forma, era como um “excesso de riqueza” em termos de personagens com potencial.

3) OS ELEITOS LANÇA LUZ SOBRE A FORÇA E A CONVICÇÃO DAS PERSONAGENS FEMININAS DA HISTÓRIA

Um dos objetivos centrais da série foi explorar as personagens femininas da história, para além de seu papel como esposas dos astronautas: por exemplo, Trudy Cooper, esposa do astronauta Gordon Cooper, foi piloto e era apaixonada por aviação; e Annie Glenn, esposa do astronauta John Glenn, tinha gagueira grave e, após superar esse distúrbio com um tratamento intensivo, tornou-se uma defensora pública de pessoas com distúrbios de fala e uma referência acadêmica nessa área.  Segundo Eloise Mumford, que interpreta Trudy Cooper:

A série não as retrata como um grupo indiferenciado de ‘esposas’. Essas mulheres, em suas individualidades, eram seres humanos incríveis. Poder contar suas histórias enriquece muito o relato desse momento do país e do mundo.

4) O ATOR IRLANDÊS COLIN O’DONOGHUE, QUE INTERPRETA GORDON COOPER, RECEBEU O PAPEL APENAS TRÊS DIAS ANTES DO INÍCIO DA FILMAGEM

Faltando três ou quatro dias para o início das gravações da série, a produção ainda não havia encontrado o ator ideal para interpretar Gordon Cooper, o integrante mais jovem dos “Mercury 7”. Colin O’Donoghue, que acabou sendo escolhido para o papel, teve que correr contra o relógio para estudar o personagem.:

Tivemos a sorte de ter um roteiro incrível e isso me ajudou a não me preocupar em ser tão reverente ao verdadeiro Gordon e interpretá-lo exatamente como estava escrito.

Um dado extra? O ator teve que dominar o sotaque do sul dos Estados Unidos em poucos dias, já que Cooper era natural do estado de Oklahoma. Ele mesmo confessa que, felizmente, gosta muito de imitar sotaques e que também contou com a ajuda de um instrutor de dicção no set.

5) O ELENCO TEVE MUITÍSSIMO MATERIAL DE ARQUIVO PARA PREPARAR OS PERSONAGENS

Com o lançamento do programa espacial dos “Mercury 7”, os astronautas envolvidos se tornaram, junto com suas esposas, as pessoas mais famosas do país. Isso fez com que os atores que os interpretaram na série tivessem muito material de arquivo – de coletivas de imprensa a artigos jornalísticos e centenas de fotos – para se familiarizarem com eles e suas histórias de vida. No caso da personagem de Trudy Cooper, Eloise Mumford conta que utilizou um recurso especial para mergulhar na vida de sua personagem, que era ex-piloto de aviões:

Eu pesquisei sobre quem inspirou a Trudy. Essa foi a minha porta de entrada para ela. Eu quis conhecer as mulheres que haviam inspirado seu amor por voar, como as pilotos dos anos 20, 30 e 40. Eram mulheres fenomenais, capazes de inspirar a todos nós, e foi então que entendi a Trudy por completo.

6) A SÉRIE FOI TOTALMENTE GRAVADA NA FLÓRIDA

Jennifer Davisson conta que a decisão de gravar toda a série no estado da Flórida – onde foi desenvolvido o programa espacial dos “Mercury 7” – trouxe grande autenticidade à história. As filmagens in situ não só nos permitiram aproveitar a paisagem natural da região e absorver o espírito vivido ali naqueles anos, como também nos deu a possibilidade de gravar em locais autênticos do programa espacial, que continuam de pé.

Pudemos gravar na plataforma de lançamento real, com foguetes de verdade, e inclusive tivemos acesso a um pequeno centro de controle que também foi usado no programa espacial. Foi um verdadeiro luxo.

7) A HISTÓRIA CONTA O LADO HUMANO DOS ASTRONAUTAS

Uma das intenções da série, que fica evidente desde o primeiro episódio, é mostrar o lado humano de cada um dos astronautas que participaram do programa espacial de 1959. Suas falhas e inseguranças, e como isso impactou seus relacionamentos pessoais e a corrida para o espaço, fazem parte da história. De acordo com a atriz Shannon Lucio, que interpreta Louise Shepard, esposa do astronauta Alan Shepard:

Esses homens com imagens irrepreensíveis e vidas aparentemente perfeitas, na realidade eram seres humanos com defeitos, como todos nós. Esta série os humanizou e os trouxe para a Terra.

8) APESAR DE OCORRER NOS ANOS 60, A HISTÓRIA TEM GRANDE RELEVÂNCIA HOJE

Os temas universais abordados em OS ELEITOS fazem com que essa história seja tão relevante hoje quanto era quando aconteceu, há sessenta anos. Davisson destaca que:

Definitivamente, é um relato sobre aspiração, sobre o que podemos alcançar. É uma história sobre o desejo humano de explorar e expandir os limites do conhecido, algo que sempre aconteceu e acontece hoje.

Inclusive, o relato se conecta com estes tempos muito particulares da comunidade global. Davisson conclui:

Hoje, o planeta está atravessando uma situação de pandemia. Para além da política, das fronteiras, todos estamos enfrentando a mesma coisa e ajudando-nos a superar o que parece impossível. Acho que a série tem essa mesma magia. Ela mostra do que somos capazes, enfrentando qualquer adversidade.

OS ELEITOS está disponível desde 5 de fevereiro, somente no Disney+.

Igor Ops

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: