Música

CAVERNA DO VINIL #1 | 5 discos do Rock Nacional dos anos 80 que você PRECISA ouvir!!!

Essa é a estreia da minha coluna no Protocolo XP, onde semanalmente trarei um artigo relacionado ao Rock nacional e internacional. E para começar com estilo, trouxe uma pequena seleção de discos dos anos 80 que marcaram a minha vida e de muitas outras pessoas. Sem mais delongas, vamos para nossa lista de cinco discos do rock nacional dos anos 80 que você precisa ouvir ao menos uma vez na vida!!!

5 – Legião Urbana (1985)

Legião Urbana: Renato Russo (Voz, violão e teclado), Marcelo Bonfá (bateria), Dado Villa-Lobos (guitarra) e Renato Rocha (contrabaixo)

Lançado em 1985 pela banda homônima de Brasilia, Legião Urbana é o álbum mais pós-punk produzido aqui no Brasil. Com uma série estrondosa de hits marcantes como “Será”, “Ainda é Cedo”, “Geração Coca-Cola” e “Teorema”, esse disco merece estar aqui pela importância, por ser a grande estreia de uma das maiores bandas que o país já teve. O som é bem frio e minimalista, mas esse é o seu grande, claro, além da voz marcante de Renato Russo.

4 – Ideologia (1988)

Cazuza

Considerado por muitos como o melhor álbum do Rock Nacional, Ideologia é sem dúvidas a obra-prima de Cazuza. O terceiro álbum da carreira solo de Cazuza após sua saída do Barão Vermelho, trás uma perspectiva em relação à morte (nesse disco, o músico já havia sido diagnosticado com o vírus da Aids). As principais canções dessa obra são: “Ideologia”, “Brasil”, “Boas Novas” e “Trem para as Estrelas”. A gravação desse disco foi logo após o retorno de Cazuza do seu tratamento em Boston, nos States. Curiosidade: Cazuza em uma entrevista afirmou que “Brasil” foi criada á partir de uma “inveja criativa” para com a canção “Que País é Este?” do Legião Urbana.

3 – A Revolta dos Dândis (1987)

Engenheiros do Hawaii: Humberto Gessinger (voz e contrabaixo), Augusto Licks (guitarra) e Carlos Maltz (bateria)

A obra que apresentou os Engenheiros do Hawaii para o grande público. A Revolta dos Dândis é o segundo disco da banda gaucha, e o primeiro com a formação mais marcante do grupo. Esse disco é marcado por canções fantásticas, com letras um “pouquinho” complexas, que utilizam referencias à pensadores existencialistas, como Jean Paul Sartre. O grandes hits são a maravilhosa “Infinita Highway” (essa com fantásticas linhas de contrabaixo), “Terra de Gigantes”, “Filmes de Guerra, Canções de Amor” e “Refrão de Bolero” (que veio a estourar na versão acústica ao vivo).

2 – Nós Vamos Invadir Sua Praia (1985)

Ultraje a Rigor: Roger Moreira (guitarra base e voz), Carlos Bartolini (guitarra solo), Maurício Defendi (contrabaixo) e Leonardo Galasso (bateria)

O álbum de estreia da irreverente e talentosa banda Ultraje a Rigor. Com canções de humor sarcásticos, Nós Vamos Invadir Sua Praia trouxe uma sonoridade incríveis, marcadas pela voz de Roger Moreira. A obra apresenta críticas em canções como “Inútil” e trás diversos hits como “Independente Futebol Clube”, “Rebelde Sem Causa” e “Nós Vamos Invadir Sua Praia”. O impressionante desse disco é que apesar de ter 11 canções, nenhuma delas chega a ser no mínimo esquecível.

1 – Cabeça Dinossauro (1986)

Titãs: Arnaldo Antunes (voz), Branco Mello (voz), Charles Gavin ( bateria e percussão), Marcelo Fromer (guitarra base, guitarra solo), Nando Reis (baixo e voz), Paulo Miklos (voz, baixo), Sérgio Britto (teclados e voz), Tony Bellotto (guitarra solo, guitarra base)

Considerado por muitos como o melhor álbum produzido nesse país, Cabeça Dinossauro é a selvageria, o grito punk, e também a diversidade, em um disco só. O terceiro álbum do grupo Titãs, trás em cada uma de suas faixas, um conteúdo fantástico. Em algumas canções como “Igreja“, “Polícia”, “Bichos Escrotos” trás o grito de revolta da banda, em outras como “Família” já trás uma sacada mais leve. O disco é uma das grandes obras primas não apenas rock nacional, mas também da música em si. Entre as faixas marcantes, temos as citadas acima, e também “Tô Cansado”, “Homem-Primata”, “AA UU” e “Estado Violência”.

Aposto que algum álbum que você gosta muito ficou de fora da lista, deixe aí nos comentários, vai que ele aparece numa segunda parte. Agora confira algumas recomendaçõeszinhas que resolvi deixar para vocês:

Como É Que Se Diz Eu Te Amo (2001) – Legião Urbana. : Show ao vivo gravado em 1994 no Rio de Janeiro, que conta com uma performance fantástica da banda, tocando os principais sucessos.

Os melhores momentos de Cazuza e o Barão Vermelho: Coletânea com as melhores músicas do Cazuza no Barão e em sua carreira solo.

Filmes de Guerra, Canções de Amor – Engenheiros do Hawaii.: Show ao vivo gravado em 1993 no Rio de Janeiro, na turnê do álbum “Gessinger, Licks & Maltz“.

Então é isso. Não esqueça de compartilhar o post com os amigos nas redes sociais como Facebook, Twitter e Instagram, e até semana que vem!!!


Gostou da matéria? Então dá aquela força, comenta e compartilha com seus amigos, curta, siga e fique ligado no Protocolo XP nas redes sociais.

Protocolo XP no Facebook

Protocolo XP no Twitter

Protocolo XP no Instagram

Matéria produzida pelo amigo do Protocolo XP, Luís Rocky.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo