Review

FAR CRY 5 | As vezes a melhor coisa a se fazer é ir embora (Review)

As vezes a vontade de se obter uma sequência tão boa quanto, ou superior a seus antecessores, nem sempre acaba se concretizando, ficando apenas no imaginar de muitos, porém Far Cry 5 veio para nos mostrar que se o futuro da franquia continuar trilhando seu atual caminho, apenas sucesso teremos para com seus jogos futuros.

Um jogo que não é para todos, afinal possuí muitos temas complicados como o fanatismo religioso e muita violência, porém conseguiram transformar isso em seus pontos fortes, trazendo uma boa trama e uma jogabilidade muito promissora. Sendo produzido e publicado pela Ubisoft em 27/03/2018 para PC, PS4 e XboxOne.

Nem tudo é o que parece

Somos recebidos com um documentário logo de início, relatando informações das pessoas a respeito de uma seita misteriosa que ninguém dava a mínima, até que cresceram tanto que tomaram proporções inimagináveis, seguida de uma cena de assassinato causada pelo próprio líder desta seita, chamado de “Pai”.

Iniciamos a jogatina em um helicóptero, onde temos nossa primeira interação com o protagonista, até então sem nome, sendo chamado apenas de “Recruta”. Após uma longa conversa dentro deste veículo aéreo militar, temos o início do fim, o momento em que prenderemos este chamado de “Pai”. Chegando em seu domínio, dentro de uma simples igreja lá estava ele, esperando para ser preso e sem se debater ele se entrega e é escoltado até o helicóptero.

Muitos seguidores ao entorno fazendo baderna, xingando, chorando e até mesmo começam a atacar pedras, porém mesmo com todos eles fortemente armados não dispararam um tiro até que, um de nossos companheiros atira em um deles, que se jogou no policial para impedir que levassem o “Pai”, sendo o estopim para a confusão. Correria para dentro do helicóptero e um cantarolar irritante sendo projetado pela voz do “Pai” acompanhado de gritos e agressões ao helicóptero, até que finalmente quando um de seus seguidores o derruba, se jogando contra as hélices. E é ai que o jogo começa, logo após uma despedida do “Pai” saindo praticamente ileso da queda do helicóptero.

Nada melhor que um bom jogo de ação

Se seu objetivo for dar muitos tiros enquanto salta de wingsuit com um amigo, em uma base lotada de inimigos, com diversas explosões mirabolantes e um belíssimo cenário de fundo, então Far Cry 5 atenderá as suas expectativas. Em sua jogabilidade temos como: Andar, correr, pular, agachar, atirar, utilizar armas brancas, arco e flecha, utilizar rapel, nadar, usar paraquedas, dirigir, pescar, entre outras mecânicas incríveis a serem exploradas nesse enorme mapa de mundo aberto que é o de Far Cry 5, sendo o maior mapa até então da franquia.

O seu verdadeiro protagonista

Todos gostam de poder criar o seu próprio personagem, mesmo que não vá observar ele tantas vezes em terceira pessoa, mas o fato de podermos fazer isso, já é gratificante em si. A criação de personagem em Far Cry 5 não é a das mais abrangentes no mercado, porém ela faz o suficiente para termos uma imersão, podendo escolher o sexo do personagem, entre homem e mulher e suas vestimentas, que são limitadas, mas bacanas e algumas até engraçadas de serem utilizadas, afinal umas boas risadas sempre são bem-vindas quando jogado no modo cooperativo, onde temos o brilho que Far Cry sempre precisou.

Uma história muito bem contada

Possuímos um vilão principal muito bem elaborado, acompanhado de seus mais fiéis seguidores, seus irmãos e irmã, onde causam um terror muito abusivo sobre aqueles que vão contra seus mandamentos, similar aos vilões anteriores, Joseph Seed o “Pai”, não deixa decepcionado em questão de maldades ou maluquices, ele é tão perturbado quanto seus irmãos, se não for o mais, porém tudo isso tem uma explicação, causada por abusos contínuos de seus pais e seguida de muita agressão dos mesmos.

Um arsenal bom para explodir toda a região

Se variedade para causar danos é o que você procura, temos uma ótima quantidade bem aqui em Far Cry 5, desde Metralhadoras, pistolas, rifles, e até mesmo um foguete lançador de Pá, nada melhor que pás para acabar com um inimigo vagante pelo mapa. Também temos aviões equipados com muito poder destrutivo, acompanhado de carros que também conseguem causar muita confusão e destruição, nos deixando felizes com tantas explosões na tela acontecendo ao mesmo tempo, com momentos de muita tensão e ação.

Problemas que não atrapalham tanto

As vezes podemos presenciar algo chamado de repetição, onde postos avançados são liberados do mesmo jeito, porém apesar disso ocorrer, não deixa de ser divertido por conta da ação e da jogabilidade em cooperação que pode dobrar a diversão que se tem com o jogo, até mesmo se feito sozinho, a repetição se torna divertida, de fato algo que acertaram muito bem.

Far Cry 5

R$ 179,99
8.5

Nota para o jogo:

8.5/10

Prós

  • Ótima Jogabilidade
  • Ótimo visual
  • Bom arsenal de armas
  • Mapa bem amplo
  • História interessante

Contras

  • Inimigos repetidos
  • Falta de criação de itens para justificar a caça

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: