Connect with us
PACER | A mistura de Wipout com F-Zero (Review) - Protocolo XP

Review

PACER | A mistura de Wipout com F-Zero (Review)

Published

on

Pacer é o novo lançamento de jogos de corridas onde vimos claramente a grande inspiração entre F-Zero, Wipeout e Star Wars Episode 1: Racer. A R8 Games Ltd conseguiu criar a fusão entre Wipeout e F-Zero ao fazer Pacer, um jogo de corrida para PS4, Xbox One e PC lançado no dia 29/10/2020.

Pacer tem como grande destaque o fator da corrida e do conflito que está no decorrer dela. Mas não pense que é igual a Mario Kart, onde você joga um casco de tartaruga e acerta o adversário que gira e logo volta. Aqui suas naves explodem, são dilaceradas e o carro passa por cima dos pedaços e você marca bem o infeliz para se vingar. Isso se tiver capacidade para tal, lógico.

Com várias curvas acentuadas, rampas, divisão da pista em duas e outras peculiaridades, o game acaba pecando em algo bobo e o tal problema nem é ultrapassar os demais pilotos e sim chegar até eles. Você vê alguns ícones como armas, escudo e o turbo e acha que isso vai ajudar, mas algumas vezes até atrapalha. Colocados em lugares estratégicos, você terá de escolher em pegar e sabotar seu desempenho ou continuar correndo como você estava e se ver em risco. O que torna a decisão bem difícil, sendo bem sincero.

Essa dificuldade traz um ritmo muito interessante, já que mesmo com a nave menos veloz você pode chegar no pódio. O maior diferencial em Pacer é as decisões que você toma e sua habilidade, que são os elementos que realmente vão te ajudar no trajeto. Dominar a pista é essencial, mas causar confusão e saber sair delas é o básico para a sua sobrevivência. No fim, tudo se resumo ao piloto.

Outro ponto alto são as variações de configurações que você pode utilizar. Cada veículo pode carregar consigo duas armas distintas, além de itens desbloqueáveis para implementar o seu desempenho. Com as diferenças entre eles e suas combinações, levando um tempo para que o piloto encontre o que ele irá se adaptar melhor. No game você vai começar com uma nave equilibrada, mas as opções são tantas que, obviamente, acabará testando tudo e a maioria dos itens estão bloqueados logo de cara, assim como carros e pistas e você conseguirá dinheiro correndo para liberar todo esse conteúdo. Até o momento não há DLCs ou microtransações, por isso o game empolga bastante ao saber que tudo ali está esperando por você.

Isso sem falar na questão de eventos, o que me surpreendeu. Tive a oportunidade de jogar a demo e o game completo e percebi que foram adicionados itens especiais do Halloween, o que acaba sendo legal isso, já que o jogo nos da alguma skin sem precisar pagar nada, pois as corridas de Pacer são sensacionais e não ocorreu travamentos em momento algum, me deixando sentir nenhuma queda na taxa de quadros, entretanto, alguns detalhes acabaram me incomodando. A mira durante a corrida é horrível e muitas vezes você se vê sacrificando uma posição para tentar atacar alguém e fora que ela termina com uma agilidade impressionante, tornando os combates frustrantes em certos momentos. Porém, pra mim ele é um jogo que ainda pode melhorar bastante e a empresa é bem novata no ramo.

Apesar de ter vários carros e bastante formas de personalizá-los, além de 80 músicas licenciadas em sua trilha-sonora, as pistas me desapontaram. Das 14 disponíveis, foram poucas as que senti uma diferença real de ares. Mesmo simbolizando locais distintos do mundo, algumas vezes você se confundirá entre elas por achar que é igual a anterior. A mecânica do jogo não foi uma das que mais me animaram a jogar, eu acho que quando você esta iniciando a jogabilidade é a coisa mais difícil, mas depois que você se acostuma com a jogabilidade do jogo ele se torna um jogo mais divertido.  

Os vários modos de jogo me impressionaram também, o que não achei que veria por aqui. Pacer, no modo single player, além da Carreira, traz também oito diferentes formas de correr. O modo eliminação, que vai destruindo o último veículo da corrida a cada período de tempo. O senso de urgência que você precisa se manter em posições melhores e  acaba passando uma adrenalina a qualquer um, tenho certeza que esses modos e e outros vão te animar bastante. E caso esteja se perguntando, ele tem até uma história para explicar toda a insanidade que você estará vendo. O ano é o de 2075 e o Pacer World Championship é o auge das corridas antigravidade. Várias corporações competem para faturar o grande prêmio no final dela, com você se unindo a uma delas no meio disso. Durante a carreira, poderá ver um pouco de cada, assim como testar os modos diferentes de jogo, o que trouxe um grande tutorial disfarçado de desafio.

Se você é o tipo de jogador que curte demais os jogos de corrida recomendo muito que joguem Pacer, eu particularmente não sou muito fã de jogos de corrida e esse foi um dos jogos que me deu uma animada para jogar um pouco, ele mostra bem a fusão das inspirações dos jogos e na BGS de 2019 eu conversei com um dos programadores do jogo e estava bem nítido no semblante dele a empolgação com o jogo, pois quando você jogava o game e gostava do estilo, dava pra sentir a paixão deles. Eu particularmente não gosto nem do estilo de jogo (minha praia está mais com RPG) e não curto muito os jogos inspiração, mas eu dei muito valor para eles, pois eles fizeram o melhor com o que eles tinham e que venham muito mais jogos dessa empresa para que nós possamos nos divertir muito com eles.

o jogo esta disponível no Playstation 4, Xbox One e pra PC (via Steam). Então quem puder e gostar do titulo comprem para se divertir, pois vale dar aquela força neste bom jogo.


Trailer:

Comente!

Pacer

6.5

Nota para o jogo:

6.5/10

Prós

  • Gráfico futurista
  • ótima trilha sonora
  • O jogo tem uma história

Contras

  • mecânica desatualizada
Comments

Críticas e Reviews

EM CARTAZ!

Agregalinks - O melhor agregador de links para blogs EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! Agregador de conteúdo TrendsTops Uêba - Os Melhores Links

Em Destaque

%d blogueiros gostam disto: