Connect with us
STREETS OF RAGE 4 | Uma boa e saudosa briga de rua (Review) - Protocolo XP

Review

STREETS OF RAGE 4 | Uma boa e saudosa briga de rua (Review)

Published

on

Reviver um clássico nunca é fácil. Franquias como Streets of Rage descendem de uma era diferente, uma época em que a mecânica do jogo e os princípios de contar histórias eram muito mais diretos e sem nuances. Você avançava destruindo todos no seu caminho, parando ocasionalmente para comer um frango assado do chão antes de seguir em frente.

Simplicidade à parte, as ideias centrais de Streets of Rage envelheceram lindamente. Afinal, derrotar bandidos e salvar uma cidade incrivelmente elegante com um amigo ao seu lado é uma tarefa que qualquer pessoa pode se divertir, e o quarto capítulo oferece uma experiência com uma jogatina maravilhosa. 

A Dotemu criou uma carta de amor alta e cheia de néon para a franquia que é orgulhosamente diferente e muito fiel aos seus progenitores. Às vezes, tropeça devido à pura brevidade de sua campanha, mas todos os ingredientes se somam para fazer um prato de beat-em-up (briga de rua) valer a pena saborear. 

Streets of Rage 4 é uma boa sequência, levando a narrativa adiante dez anos, enquanto os heróis originais e alguns recém-chegados trabalham juntos em um esforço para derrubar uma organização sinistra. Tal missão é alcançada espancando todo mundo, sejam eles pequenos bandidos, policiais corruptos ou dançarinos que esperam mostrar suas habilidades nas ruas da cidade. 

A premissa é simples e executada com um senso de estilo fenomenal, mantendo o impressionante estilo da trilogia original e, ao mesmo tempo, aprimorando-a com uma reminiscência estética de uma moderna. Todos os personagens se movem com um belo grau de graça, voando em direção aos inimigos em explosões de luz deliciosas enquanto batem no chão. 

Cada lutador jogável se move com níveis variados de peso e velocidade, mudando a forma como você precisa se aproximar dos conjuntos de movimentos para percorrer os estágios sem sofrer grandes danos. Veteranos como Axel Stone e Blaze Fielding retornam ao lado de artistas como Cherry, uma jovem guitarrista que pode acabar com os inimigos com o seu som.

Todos eles são divertidos de controlar e oferecem uma mecânica diferente no qual é suficiente em termos de variedade de combinações nas fases e isso é sentido durante as partidas. Axel é capaz de fazer malabarismos com os bandidos com facilidade, enquanto Blaze possui uma habilidade suprema que pode limpar o campo de inimigos quando surge os problemas. Você encontrará muitos personagens desbloqueáveis ​​também, incluindo sprites retrô da trilogia original que de alguma forma se encaixam perfeitamente no visual modernizado.

O jogo é muito curto, com a dúzia de etapas da campanha durando apenas algumas horas. Mantém a estrutura de arcade de seus antecessores clássicos, mas é complementada por uma ampla quantidade de repetições. Você é incentivado a acumular uma pontuação em constante crescimento em busca de novos personagens jogáveis ​​e outros que estão em segredo, os quais exigem várias partidas para serem desbloqueados. Já os sprites clássicos abrigam controles mais simples e uma trilha sonora modificada, adicionando uma ajuda extra de talento desafiador aos procedimentos. É uma carta de amor finamente trabalhada para a franquia e que não tem medo de exibir sua nova e impressionante visão, enquanto honra o passado de forma encantadora. 

A jogabilidade não para por aí, você ainda lutará no topo de um trem em movimento, pulando de maneira rítmica para desviar dos obstáculos que se aproximam. É uma pena que toda a gama de designs de palco não se preste as mecânicas de jogo mais variadas, pois a maioria dos encontros é bastante básica, com batalhas contra chefes que ocasionalmente forçam você a aprender padrões de movimento e evitar ataques altamente telegrafados. É uma falha, mas felizmente é salva pela diversão de jogar. 

Positivamente deslumbrante e com um estilo de arte elaborado à mão que lembra os clássicos de fliperama perfeitamente. Muitos dos designs do jogo são os mesmos, mas foram reimaginados de uma maneira que parece realmente fantástica e voltar para uma franquia como essa sempre merece elogios. Seria legal se saísse algum conteúdo para download na forma de novos estágios e histórias secundárias, já que alguns dos novos personagens merecem um destaque maior, pois faltou também uma atuação de voz em cenas e isso se tornou uma ausência estranha, especialmente considerando a personalidade que todo o resto tem. 

Streets of Rage 4 é uma encantadora surpresa retrô, invadindo a cena e superando muitas das queixas justificadas que os fãs podem ter ao reviver uma propriedade tão estimada. O combate é feroz, a música está batendo e seu senso de estilo é simplesmente maravilhoso. Embora eu tenha minhas críticas com a campanha breve e a mecânica simples, elas são falhas fáceis de perdoar no grande esquema de cores.


Comente!

Streets of Rage 4

9

Nota para o jogo:

9.0/10

Prós

  • Combate rápido, fluido e satisfatório
  • Uma ampla seleção de excelentes personagens para escolher
  • Baseia-se no legado da série clássica
  • Bom modo multiplayer local

Contras

  • A campanha pode ser concluída rapidamente
  • A falta de dublagem remove o charme de alguns momentos
Comments

Críticas e Reviews

Agregalinks - O melhor agregador de links para blogs EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! Agregador de conteúdo TrendsTops Uêba - Os Melhores Links

Em Destaque

%d blogueiros gostam disto: