Equipe Protocolo XPReview

TRINE 4: THE NIGHTMARE PRINCE | Uma aventura mágica para toda a família! (Review)

Trine 4: The Nightmare Prince é um jogo plataforma com elementos de RPG e gráficos do tipo 2,5D, desenvolvido pela Frozenbyte e distribuído pela Modus Games. Lançado dia 08/10/2019 para PC, Xbox One, Playstation 4 e Switch. O jogo conta com uma jogabilidade voltada para resolução de puzzles e esse aspecto brilha ainda mais em partidas multijogador, com desafios dinâmicos que mudam de forma sutil a cada partida de acordo com o número de jogadores. O Game oferece uma experiência cativante e muito divertida, especialmente quando jogado com amigos ou com familiares.

Enredo

A história de Trine 4 é inédita e não e depende da história dos outros jogos da série, embora existam elementos não essenciais que somente quem jogou os outros games irá entender. O jogo nos apresenta sua história através de um narrador, que nos conta o que está acontecendo como se fosse uma pessoa lendo um conto de fadas. Nela somos apresentados aos heróis da série Amadeus o mago, Sir Pontius o cavaleiro e Zoya a ladra, trio clássico dos RPGs. Nossos heróis recebem a missão de regatar um príncipe que desapareceu da Academia Astral. Mas o que era para ser uma missão fácil acaba se tornando cada vez mais complicado, enquanto os protagonistas precisam enfrentar manifestações de pesadelos e até seus próprios medos nessa jornada.

(Imagem Promocional: Trine 4: The Nightmare Prince – Frozenbyte/Modus Games)

Arte

Apesar da jogabilidade 2D, Trine 4: The Nightmare Prince conta com belíssimos cenários 3D, todos muitos coloridos e cheios de vida. O jogo acerta também na variedade de cenários que incluem desde de bosques encantados até mansões mal assombradas. A temática de fantasia medieval é o norte no design do jogo, e em alguns momentos você consegue sentir referencias especificas em alguns lugares, como ao mundo de Senhor dos Anéis por exemplo. De modo geral os gráficos do game seguem uma linha de desenho animado e são bem bonitos.

Áudio

O game conta com diálogos em inglês, legendados em português brasileiro. Os diálogos são bem imersivos e a qualidade da atuação é boa. Ficando apenas uma crítica à erros de tradução encontrados nas legendas, mas isso é algo que pode ser corrigido com um patch, mas que até o momento em que publicamos esse review ainda não havia sido consertado. A música do jogo é orquestrada, e lembra muito as trilhas sonoras nos filmes de fantasia. Quanto ao restante do áudio do game podemos dizer que ele cumpre sua missão, lembrando que esse gênero de jogo não exige tanto da parte sonora.

(Imagem Promocional: Trine 4: The Nightmare Prince – Frozenbyte/Modus Games)

Jogabilidade

A jogabilidade segue o padrão para jogos do tipo plataforma, com nossos heróis podendo andar para direita e esquerda, pular, pular para níveis inferiores, se agarrar em extremidades, interagir com objetos, além de habilidades especificas para cada personagem, como Amadeus que pode conjurar objetos como caixas, esferas e rampas. Sir Pontius que pode usar sua espada para atacar além de usar o escudo para desviar ataques e objetos. E Zoya que além de contar com seu arco e vários tipos de flecha, também pode usar uma corda com gancho para se mover pelo cenário ou prender objetos. O jogador pode alterar entre os personagens a qualquer momento durante o jogo (exceto em alguns chefes) e utilizar as habilidades de todos em conjunto.

O foco da jogabilidade de Trine 4: The Nightmare Prince fica para resolução de enigmas, para poder avançar pelas fases. Ficando o combate em segundo plano, de fato os momentos de combate são curtos e bem escassos durante o jogo, o que pode desagradar os jogadores que curtem games mais voltados para a ação. Ainda sobre os enigmas, muitos deles podem ser resolvidos de diversas formas, e alguns deles podem ser até trapaceados, especialmente os que dependem de física. O jogo conta com modo multijogador para até 4 jogadores pela internet ou local. E vale lembrar também que os desafios apresentados pelo game mudam de acordo com a quantidade de jogadores, fazendo assim com que todos tenham que trabalhar em equipe e colaborar para poder avançar. 

(Imagem Promocional: Trine 4: The Nightmare Prince – Frozenbyte/Modus Games)

Trine 4: The Nightmare Prince consegue ser uma experiência muito divertida, especialmente quando jogada com as pessoas que gostamos, e é um prato cheio para jogadores que curtem puzzles. Além dos objetos escondidos pelas fases e o multiplayer criarem um fator replay enorme para esse game. Fazendo você revisitar as fases em busca de todos os segredos ou para dar uma mão ao seu amigo que ficou preso em um dos enigmas e precisa da sua ajuda. Se você puder pegar esse jogo, com certeza vale a pena jogar.

Nota: 4,5 / 5


Gostou da matéria? Então dá aquela força, comenta e compartilha com seus amigos, curta, siga e fique ligado no Protocolo XP nas redes sociais.

Protocolo XP no Facebook

Protocolo XP no Twitter

Protocolo XP no Instagram

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo